Deixar de Fumar

Deixar de Fumar

Cigarro: a mais previsível forma de morrer

Os números são claros e confirmados pela Organização Mundial de Saúde. O vício do cigarro é a maior causa de morte evitável do mundo. Ele causa mais problemas de saúde que obesidade e alcoolismo, por exemplo.

Certamente muitos de nós já pudemos observar pessoas que, com grande força de vontade, conseguiram combater essa doença sem nenhum auxílio. Todavia, elas fazem parte de um grupo que pode ser considerado minoritário. A grande maioria dos fumantes precisa de ajuda para se afastar desse perigoso hábito.

A boa notícia é que atualmente vários tratamentos para parar de fumar estão disponíveis para servir como auxílio para homens e mulheres, com mais de 18 anos, que querem abandonar de vez o vício do fumo. Nos últimos tempos, campanhas de saúde têm sido lançadas especialmente direcionadas ao sexo feminino, nicho onde o número de fumantes continua a aumentar, tentando mostrar os males que o tabaco é capaz de causar.

Champix
  • Reduz o desejo de fumar e sintomas de abstinência
  • Pode deixar de fumar em 12 semanas
  • Tratamento sem nicotina
Mais Informação

Quais os danos causados pelo tabaco?

A nicotina contida nos cigarros é uma substância altamente viciante e, por causa dela, é muito difícil largar o hábito de fumar. Somente nos países europeus, anualmente acontecem mais de 650 mil mortes relacionadas com o tabaco. A maioria delas por câncer ou doença cardíaca induzida pelo fumo.

Porém, o fumante não é o único afetado pelo uso do cigarro. O consumo do produto afeta todos os que estão à sua volta. São os chamados fumantes passivos que, mesmo sem terem intenção de consumir o cigarro, também correm o risco de desenvolver problemas respiratórios e outras condições de saúde simplesmente por estarem no mesmo ambiente onde a droga é utilizada.

O ato de parar de fumar diminui de forma significativa o risco de desenvolver doenças como enfisema, problemas cardíacos e doença pulmonar crônica, sem falar que evita causar danos à saúde das pessoas que o rodeiam.

Vício pode causar ainda mais problemas

Porém, essas não são as únicas doenças relacionadas com o hábito de fumar. De acordo com a British Medical Association (Associação dos Médicos da Grã-Bretanha), estima-se que até 120 mil homens possam sofrer de impotência por causa do tabagismo uma vez que fumar leva ao estreitamento dos vasos sanguíneos tornando mais difícil a circulação do sangue na região do pênis. Isso, naturalmente, causaria problemas de ereção. Ao parar de fumar, os vasos voltam ao normal.

O ato de fumar pode ainda aumentar a tensão das artérias causando ataques cardíacos e acidentes vasculares cerebrais. Além disso, deixa manchas nas gengivas e dentes e contribui para o desenvolvimento de úlceras.

Qual o melhor tratamento?

Nunca é tarde demais para abandonar o hábito de fumar. Ainda que muitos utilizem apenas da força de vontade para isso, se o desejo de consumir um cigarro causar problemas como alterações de humor, existem tratamentos para auxiliá-lo a alcançar esse objetivo. Médicos, inclusive através de consultas online, podem ajudar.

Uma das terapias mais populares é a da substituição da nicotina. Ela pode ser feita com o uso de adesivos, pastilhas e de comprimidos. Entre os medicamentos de prescrição, o Champix é considerado um dos mais eficazes. O tratamento tem duração de 12 semanas, embora ele possa ser usado por períodos mais longos nos casos mais difíceis. Nos países europeus, é permitido encomendar o medicamento online, desde que seja prescrito por um médico registrado.

O Champix, fabricado pelo laboratório Pfizer, contém a substância vareniclina, que substitui os efeitos da nicotina no cérebro. O tratamento é feito por via oral e reduz os desejos de consumir tabaco e os sintomas de abstinência.